21 de agosto de 2008

COCA-COLA VIBEZONE AGITA O PÚBLICO EM GRAMADO


Repetindo o sucesso dos anos anteriores, maior evento jovem do inverno gaúcho trouxe atrações confirmadas e artistas internacionais.

O Coca-Cola Vibezone foi uma celebração da mistura de estilos e sonoridades musicais. Não faltaram vibrações positivas nos 20 shows que rolaram nos três palcos montados no Serra Park para o mega-espetáculo, um verdadeiro show de música, entretenimento e muita curtição. Teve som para todos os “ouvidos”: do rock ao pagode, do eletrônico ao reggae, do funk ao pop, reunindo milhares de pessoas.

O evento também contribuiu para a preservação do meio ambiente. Parte da decoração do local foi montada com o reaproveitamento de materiais. Mais de 2,5 mil garrafas pets foram utilizadas para compor o cenário do Coca-Cola Vibezone. Além disso, cerca de 99% das latas de bebidas consumidas foram encaminhadas para reciclagem.

Todas as vibes

O Vibestage, palco principal do Coca-Cola Vibezone, foi a verdadeira tradução do espírito do evento: vários estilos em perfeita harmonia e respeito. Prova disso foram as fusões, que deram um brilho especial. Pitty chamou a Reação em Cadeia para dividir os microfones que, por sua vez, convidou Armandinho para cantar junto uma de suas músicas. A Strike também não ficou de fora, trazendo o MC Cabal como convidado especial.

A festa começo cedo com rock pesado e melodioso da turma da Fresno, ídolos da nova geração, levantando a galera num show cheio de energia e vibração. Em seguida, quem levou o público ao delírio foram os mineiros do Strike. Criativos e super animados, surpreenderam ao incluir no set list, além de sucessos da própria banda, como “Paraíso Proibido” (trilha sonora da novela Malhação, da TV Globo), covers de grandes bandas do rock nacional, tais como ”Mulher de fases” (Raimundos) e ”Tropa de elite” (Tijuana).

Sempre intercalados pelas divertidas intervenções da Fat Duo, levantando a galera e chamando para os próximos shows, o Vibestage viu subir ao palco a grande atração da noite: a cantora Pitty A diva do rock nacional fez um show literalmente impecável. Com uma banda afiada e um repertório sem retoques, a baiana mostrou o vigor de sempre de sua incomparável e contagiante performance. Além dos hits da carreira “Brinquedo Torto”, “Memórias” e “Na sua Estante”, Pitty mandou ver numa versão muito bem executada de “Can’t take my eyes of you”, clássico da música pop americana. Satisfeita em participar novamente do Coca-Cola Vibezone, Pitty disse logo após o show ser sempre um privilégio vir ao Sul para se apresentar. A cantora ainda adiantou a intenção de lançar, no primeiro semestre de 2009, seu novo trabalho com músicas inéditas.

Para completar a noite do palco principal, Armandinho, num show bem ao estilo do cantor: boas vibrações numa mistura de reggae, MPB e rock. E, claro, no repertório não faltaram “Balanço da rede”, “Desenho de Deus” e "Pela Cor Do Teu Olho". Na seqüência vieram Reação em Cadeia, mostrando faixas do seu terceiro CD, “Febre confessional”, como os hits “Os dias”, “G.A.B.I.” e “Perdi você”, e a Comunidade Nin-Jitsu, fechando a maratona do Vibestage com a irreverência de sempre. Mano Changes e Cia. “mandaram ver” com as confirmadas “Detetive” e “Me faz bem”, fazendo o público levantar do chão.

Vibes eletrônicas

Não se viu um minuto sequer em que a pista do Electrovibe, palco de música eletrônica do Coca-Cola Vibezone, não estivesse tomada pelos amantes das batidas tecno. Primeiro foram os DJ’s brasileiros Edinho, Fran e Beto, que empolgaram com seu contagiante dance psicodélico. A noite esquentou mais ainda quando Quadra, a primeira atração internacional do Electrovibe, que subiu ao palco para comandar as pick ups. O intenso jogo de luzes só fez aumentar o clima rave numa apresentação inspirada do DJ israelense.

Mas a grande atração da noite foram os portugueses da Paranormal Attack. Ícone do movimento psicodélico europeu, subiram ao palco por volta da 4h30 para apresentar um dos shows mais aguardados do Coca-Cola Vibezone. Psicodelia, rock, progressive e criativas pitadas de música clássica fizeram o público delirar, reunindo não só a turma eletrônica, mas até mesmo muita gente do palco principal, onde os shows já haviam terminado.

O ritmo alucinante não parou, pois ainda tomaram a pista os DJ’s Phanatic (Israel), um dos mais talentosos DJ’s da cena eletrônica mundial que, sob influência de diversos estilos musicais, mostrou faixa do seu CD “Outsider”. O outro DJ, para fechar a noite, foi Rex Lineker, ou simplesmente Rex (África do Sul), que mostrou porque é um dos DJs de trance mais versáteis da atualidade, com sets conceituais que se encaixam perfeitamente com a energia de grandes festivais como o Coca-Cola Vibezone.

Pagode sem parar

Pode-se dizer que o outro palco do Coca-Cola Vibezone foi uma verdadeira festa à moda brasileira. O Pagoneze recebeu oito bandas que mostraram o melhor do ritmo típico do Brasil. Pagode, samba e misturas muito bem vindas de funk carioca, swing e soul music para um público fiel e incansável, que “chamou no pé” a noite toda sem parar.

Conversa Fora, Euseiki Tudanssa, Zueira, Constelação, Na Moral, Puracaso e Pura Cadência, contagiaram a galera com muito ritmo e animação A atração principal ficou por conta da Eterno Astral, grupo carioca que veio ao Coca-Cola Vibezone lançar seu CD “Outros Ideais”, que tem na produção Bruno Cardoso (vocalista do grupo Sorriso Maroto). A Eterno Astral apresentou seu infalível mix sonoro de samba, pop, swing e balanço, agradando todas as tribos. E sem deixar de executar seus sucessos atuais e pérolas do “samba de raiz”.

Fotos: Berenice Stallivieri

Um comentário:

Blogger disse...

Which is better Coca-Cola or Pepsi?
ANSWER THE POLL and you could get a prepaid VISA gift card!